MNA_flavios

No próximo dia 17 de Março, pelas 18 horas, irá decorrer a  inauguração da Exposição “A Lusitânia dos Flávios: A propósito de Estácio e as Silvas”, no Museu Nacional de Arqueologia. Esta exposição é apoiada pelo SINCTA e pela APCTA no âmbito do Projecto de Responsabilidade Social, iniciado no passado mês de Dezembro com o Jantar de Aniversário Solidário.

A exposição será antecedida de um encontro científico, no mesmo local pelas 15 horas, sobre a obra laudatória e encomiástica Silvas, que contará com a presença das mais ilustres personalidades especialistas neste período da história, entre os quais a Professora Katheleen Coleman, da Universidade de Harvard, que foi responsável pelo guião do filme o Gladiador, de Ridley Scott.

Durante a dinastia Flávia (69-96 d.C.) os Imperadores Vespasiano, Tito e Domiciano, deram especial atenção à província romana da Lusitânia, promovendo uma renovação urbana, com o objectivo de alterar as imagens antigas das cidades. Esta Renovação foi marcada por uma preocupação com a monumentalização, decoração e embelezamento das urbes, especialmente através da utilização de mármores locais.

Entre o vasto espólio que faz parte desta exposição, vai estar exposto pela primeira vez num museu aberto ao público, um togado inacabado, descoberto na Pedreira da Vigária, Vila Viçosa, que é um testemunho claro de que os mármores locais foram amplamente usados nos programas decorativos imprescindíveis para o embelezamento do espaço público da época.

No dia 17 de Março, teremos uma vez mais a oportunidade de descobrir novos tesouros do nosso território nacional, seguido de um cocktail.